Texto âncora: O Guia Definitivo 2020

Texto âncora: O Guia Definitivo 2020

O que é texto âncora e como você pode usar ele para conseguir o máximo de desempenho e resultados no SEO do seu site?

É sobre isso que iremos falar hoje.

Esse assunto com certeza é uma das maiores dúvidas que muitas pessoas tem, pois não é tão fácil assim quanto pensam quando vão criar textos âncoras em seus links.

Vamos logo ao tema? Bora!

O que é texto âncora?

Texto âncora é o texto usado em forma de link que se torna clicável. Ele tem a principal função de mostrar ao visitante alguma informação adicional no conteúdo e é usado pelos mecanismos de busca para rastrear outras páginas na internet.

O termo “texto âncora” se aplica a qualquer link, mesmo que seja um link interno (para outra página do seu site), ou link externo (Para outro site que não é o seu).

Este vai ser um guia completo sobre texto âncora, mas antes de te mostrar outras coisas interessantes sobre esse assunto, você precisa entender como era no passado toda essa estrutura.

O passado dos textos âncora

Talvez você saiba disso ou não, mas antigamente era muito mais fácil classificar para qualquer termo na internet.

Possivelmente você já deve ter parado para pensar “Nossa, antigamente meu site estava na primeira página para palavra-chave X e hoje eu não consigo mais posicionar nela.”

Isso se dá principalmente as atualizações do Google, mas o real motivo pelo qual você conseguia posicionar, era o uso de termos ricos nos textos âncora do seu site.

Vou te dar um exemplo de como era antigamente, o “X” seria a palavra-chave principal:

  • comprar “X”
  • comprar “X” online
  • acesse o site “X” agora
  • Na imagem tag alt também usava “X”

Basicamente para classificar em vários termos, bastava usar de forma rica as os textos âncora, e voa lá! Seu site está na primeira página.

Foi então que o Google lançou uma atualização do Penguin, em 24/04/2012.

E provavelmente se você tinha site nesta época e usava textos âncora ricos em palavras-chave, seus posicionamentos caíram de ladeira abaixo.

Texto âncora: O Guia Definitivo 2020 1
Digo isso pois também sofri com esta atualização, eu tinha um site de filmes online com 15 mil visitas diárias, e depois disso caiu para 3…5 mil diárias.

Mas tudo bem, eu tinha apenas 15 anos, estava aprendendo (e foi um belo aprendizado).

Isso me motivou a aprender cada vez mais sobre SEO, mas agora vamos aprender quais os principais tipos de âncora que existem.

Tipos de texto âncora

Vou listar abaixo vários tipos de texto âncora, alguns são mais “perigosos” de usar, outros são mais recomendados.

1. Âncora de marca

Como o próprio nome já diz, este tipo de âncora é quando você usa o nome da sua marca.

  • SEO Prático
  • Vinícius Cota SEO
  • Vinícius Cota

Exemplo de uso: “Saiba tudo sobre textos âncora no site SEO Prático

Este é o tipo de texto âncora que eu mais recomendo você usar, é o mais seguro a se usar, pois você não estará tentando “forçar” o algoritmo a rankear para o termo X.

Porém se o seu nome de domínio é uma palavra-chave, então você precisa ter um pouco mais de cuidado, veja abaixo as outras formas de usar o texto âncora.

2. Âncora genérica

As âncoras genéricas são termos que não envolvem nem sua marca e nem sua palavra-chave, é simplesmente um CTA para o visitante clicar.

  • saiba mais
  • clique aqui
  • veja mais
  • visitando este site

Exemplo se uso: “Se você quer aprender seo, então entre neste site.”

No caso o “entre neste site” é o texto âncora genérico.

3. Âncora de imagens

Talvez você saiba ou não, mas o Google usa a tag “alt” nas imagens para ler elas, pois como não é um texto, essa é a única forma de você mostrar a ele o que significa determinada imagem.

Tem um artigo aqui no blog que fala exatamente como fazer seo para imagens do seu site.

4. Âncora vazia

A âncora vazia como você pode ver na imagem abaixo, é um tipo de texto âncora que você não coloca nada.

âncora vazia

Geralmente você consegue fazer isso com imagens, e também colocando links em espaços vazios dentro do conteúdo.

5. Âncoras nuas

As âncoras nuas são as que contém somente o URL do seu site.

  • https://seopratico.com/
  • seopratico.com
  • www.seopratico.com

Basicamente é isso, bem simples. E também é uma das mais seguras que recomendo você usar com certa frequência.

6. Âncora + Marca

Aqui você irá juntar a sua palavra-chave foco junto com sua marca, pode ser âncora + marca, ou vice versa.

Veja uns exemplos:

  • aprender seo com Vinícius Cota
  • Vinícius Cota SEO
  • otimização de sites por SEO Prático

Essa também é uma ótima forma de construir sua marca o Google e também como Branding.

Use mas não abuse nas palavras-chave em…

7. Variação de âncora 

A variação de âncora (ou palavras-chave) é quando você usa vários tipos de palavras-chave que já existem, são as chamadas keywords lsi e são ótimas para criar esta variação.

Exemplos:

  • onde encontrar palavras-chave
  • como procurar palavras-chave
  • tipos de palavras-chave

8. Âncora exata

Este tipo de âncora é a mais poderosa e pode ajudar seu site a rankear para termos incríveis.

Porém deve ser usada com muita cautela, pois se você exagerar, o tio Google pode te dar um “peteleco” e te jogar para longe da primeira página.

Exemplo de como ele é aplicado:

“Existem muitas formas de criar backlinks para um site, mas a forma mais rápida é se você comprar backlinks com alguma agência especializada”

Como você viu acima, a minha palavra-chave é “comprar backlinks” então coloquei ela de forma exata no texto.

Mas como eu já disse acima, o ideal é você criar seus links sem a âncora de correspondência exata, ou evitar ao máximo.

E é disso que vamos falar no próximo tópico.

Como criar um texto âncora

Hoje em dia o Google está mais inteligente e vai ficar mais ainda com o passar do tempo, então você também tem que ser inteligente para criar os seus backlinks.

Se você não sabe o que é backlink, clique aqui.

Veja como colocar o texto âncora no HTML:

<a href=”http://www.linkdoseusite.com/”> Seu texto âncora </a>

O negócio é que o Google atualmente verifica as palavra-chave em torno do seu texto âncora, então mesmo que você use um termo genérico como âncora, só de você colocar sua palavra-chave principal próximo ao link já irá dar relevância para ela.

Para não ficar confuso, irei dar um exemplo.

  1. Escolha um URL e texto âncora
  2. Encontre um site para você criar um link
  3. Entre em contato, ou se for seu, crie um artigo original
  4. Coloque o âncora próximo a palavra-chave

Vou usar “blog de nicho” como palavra-chave principal, e “saiba mais aqui” como link em termo genérico.

Então ficaria assim:

Se você quer ter um blog de nicho para vender como afiliado, então você precisa aprender todos os passos para construí-lo corretamente, saiba mais aqui.

Quando o robô do Google “escanear” essa parte do texto, ele verá o link “saiba mais aqui” está relacionado com “blog de nicho”.

É aí que você vai criando relevância! Legal né?

Depois disso você vai usando todos os termos que aprendemos acima, sempre evitando o uso excessivo da palavra exata.

Posso usar os textos âncora dos meus concorrentes?

Sempre pense na naturalidade, então apesar de analisar os seus concorrentes e ver os textos âncora que eles usam, não necessariamente será o melhor para você.

Às vezes o site dele já tem uma boa autoridade e relevância para o Google, então ele tem “moral” para usar um pouco mais de âncora exata sem ter nenhum problema com o algoritmo de busca.

Dá só uma olhada nesse exemplo da página de “backlink checker” do ahrefs.

exemplo ahrefs backlink checkerVocê viu a quantidade de repetição do termo exato nas palavras-chave?

Se hoje eu crio um artigo falando sobre isso e coloco esta quantidade de termos direto para meu site, provavelmente não vou conseguir posicionar, porque meu site não tem autoridade que o ahrefs tem.

Esta é uma ferramenta de uso mundial, a autoridade dele é gigantesca, veja só:

autoridade do site ahrefsPorcentagem de textos âncora

Não existe nenhuma lei que diga que isto é o correto, ninguém desvenda o algoritmo do Google, porém é esta forma que eu uso nos meus projetos e em projetos de clientes, e funciona muito bem.

Vou colocar de uma forma que você entenda e que não fique perigoso para nenhum projeto.

  • 75% âncora + marca
  • 15% âncora nua
  • 5% âncora + termos genéricos
  • 4% variação de âncora
  • 1% âncora exata

Onde usar cada tipo de texto âncora

Para classificar um site no topo do google através de link building, não é apenas sair criando links de qualquer jeito e esperar posicionar, requer uma estrutura, um foco.

Isto é o pior erro que você pode cometer, e 90% das pessoas cometem este erro.

Tente sempre colocar os textos âncoras exatos em sites com alta autoridade, não perca tempo repetindo o termo em web 2.0 profile, comentários, etc…

1. Guest posts

Quando você encontrar um site fazer fazer um “post de convidado” e este site for de muito autoridade, você pode sim usar um termo exato ou variado.

Porém se neste site for colocado o seu nome como autor do artigo, recomendo que use somente sua marca.

2. Webs 2.0

Se você não sabe o que é web 2.0, são blogs criados no blogger, wordpress, tumblr.

Nesses tipos de blogs recomendo você usar um texto âncora sem palavra-chave, como por exemplo genérico ou URL nua.

Se for uma web com autoridade (o que são poucas) você até pode usar umas LSI, mas raramente mesmo.

3. PBN

As PBNs geralmente são sites de muita autoridade, e também custam caro. Então nelas nada mais justo do que você usar âncoras exatas e variadas.

Não vai usar a mesma âncora em várias PBNs por favor!

Se você não sabe o que é PBN, clique aqui.

4. Outros tipos

Todos os outros tipos de site recomendo usar somente âncoras genéricas.

Exemplo de locais:

  • Comentários
  • Diretórios
  • Press release
  • Fóruns
  • Links de Perfil
  • Social bookmark
  • Entre outros

Qual texto âncora usar em camadas de links?

Se você já tem um certo conhecimento em SEO já vais saber o que estou falando, mas caso não saiba, basicamente são links interligados em camadas (tiers), dá um olhada no exemplo abaixo:

Texto âncora: O Guia Definitivo 2020 2A camada 1 seria o laranja, e a camada 2 seria o verde.

Camada 1 (Tier 1):

Aqui você usar links com âncoras genéricas (saiba mais, clique aqui), para dar mais naturalidade.

Camada 2 (Tier 2):
Na camada 2 você não precisa mais ter tanta preocupação pois ela não é ligada diretamente ao seu site, então você pode usar vários tipos de palavras-chave, vou colocar aqui em ordem de importância:

  1. Âncora nua
  2. Genérica
  3. Variada
  4. Exata

Corrigindo excesso de âncora

Deu uma lida no artigo e viu que você está criando links com muita âncora exata e isto pode estar te prejudicando?

Não se preocupe, existem algumas formas de você corrigir isso, que são:

  1. Remover os links
  2. Criar mais variações
  3. Dar disavow

Vou explicar mais sobre elas abaixo.

1. Remover os links

Aqui basicamente você irá no local que existe o texto âncora que você quer eliminar e remover.

Porém quando você remove um link você está eliminando também uma certa quantidade de autoridade (link juice), que por mais que seja pouca, é autoridade.

Então para cada link que você remover, você terá que criar outro em outro site mais relevante e de maior autoridade, e usando a âncora correta claro.

2. Criar mais variações

Outra forma muito boa de recuperar a naturalidade do seu site é tornar aquela quantidade de âncora “ruim” do seu site, irrelevante.

Então se  você acha que vale a pena manter o link no site, pode manter porém você deverá criar mais links com textos genéricos e de marca.

Assim aos poucos vai deixando seu perfil de links natural.

3. Dar Disavow

E a terceira opção é você dar um Disavow nos links que você não quer.

Caso você não saiba o que é Disavow, é uma ferramenta do próprio Google onde você pode listar todos os links de sites que você quer que o robô do mecanismo de busca ignore, e pare de considerar para o seu site.

Para acessar o Google Disavow é só clicar aqui.

Lembrando que para você acessar essa ferramenta, o seu site deve estar devidamente configurado no Google Search Console.

Como consigo saber onde meu site está posicionado?

É muito importante que após criar uma estratégia de links usando palavras-chave, você consiga acompanhar os seus posicionamentos no Google.

Para fazer isso é simples, você pode verificar no próprio Google Search Console ou usar ferramentas de rastreamento como o serprobot.com.

Perguntas Frequentes

Posso ter site penalizado por exagerar no texto âncora?

R: Sim, se você colocar muitos textos âncoras a ponto do Google perceber que você está querendo manipular, ele pode sim te penalizar.

Mas veja que quando falo em penalizar, não estou dizendo que vocÊ vai sumir do Google, isso é raro, só estou dizendo que você pode simplesmente não classificar para aquela palavra-chave ou classificar mal.

Posso mudar/trocar meus textos âncoras?

R: Eu não recomendo que você faça isso em alguns termos, por pode alertar o Google.

Por exemplo, se você quer trocar um termo exato para um termo genérico, tudo bem.

Mas se você for trocar um termo genérico ou variado para termo exato, aí não recomendo.

Texto âncora funciona para links internos?

R: Sim, perfeitamente. Você pode usar a linkagem interna do seu site para aumentar a relevância de alguma página usando palavras-chave.

Conclusão

Os textos âncoras são muito importantes em várias partes do SEO, se souber usá-los corretamente poderá ter ótimos resultados.

Porém no SEO existem muitas outras coisas que importam e o que falamos neste artigo é apenas uma parte de tudo.

E aí, o que achou do artigo? Conseguiu tirar boas informações para seu projeto? Se sim, deixe um comentário abaixo, ou se tiver alguma dúvida pode deixar também.

Forte abraço!

Compartilhe este Post:

2 comentários em “Texto âncora: O Guia Definitivo 2020”

Deixe um comentário